ENDODONTIA: Abertura coronária - minimamente ou suficientemente invasiva? - Angelo Freire


A endodontia contemporânea exige, como condição importante, uma abertura coronária conservadora suficientemente invasiva, com remoção do teto da câmara pulpar para melhor limpeza e preparo dos canais radiculares, obtendo o controle da infecção, ou prevenção, para um sucesso a longo prazo. 



É imperial a preservação de tecido coronário saudável, e a parte perdida deverá ser reconstruída dando melhores condições de restauração.