PERIODONTIA: Enxerto Gengival o enxerto para diminuição de gengiva perdida na retração gengival


Tecnicamente, o problema da perda de gengiva é denominado como gengiva retraída, quando acontece o que os dentistas chamam de lesões de biocorrosão, abfração, ou lesões em cunha, atingindo mais intensamente os dentes molares e pré-molares. Porém, as retrações gengivais mais severas, ocorrem nos dentes caninos, por conta dos maiores esforços mastigatórios serem sofridos por estes dentes.



Os prejuízos estéticos da retração gengival são óbvios e visíveis, mas há outro problema que a perda da gengiva pode acarretar: a sensibilidade dentária. A dor ao toque ou por exposição ao frio ou calor, muitas vezes pode ter relação com a retração de gengiva. Toda dor ou sensibilidade dentária sempre está relacionada com a exposição de alguma parte sensível do dente, que pode ser a dentina, ou mais profundamente a polpa dentária.

A solução para o problema? O Enxerto Gengival.
Explicando em poucas palavras, o enxerto de gengiva é a recuperação de tecido gengival perdido. Este enxerto é feito com tecido retirado principalmente da região do palato (céu da boca). As outras possibilidades de retirada de tecido são da região entre um dente e o outro, além da região após o segundo molar superior.